Presidente da Abralog diz que logística é fundamental para as ações ESG

Presidente da Abralog diz que logística é fundamental para as ações ESG

Digiqole ad

O presidente da Abralog, Pedro Moreira, acredita que a logística é peça relevante para a concretização da ESG, a sigla em inglês de “Environmental, Social and Governance”, ou a Governança, Ambiental, Social e Corporativa. Ele foi um dos participantes do 1º Fórum Nacional da Cadeia de Abastecimento para ESG, realizado pela Associação Brasileira de Supermercados, a Abras, nesta sexta 18.6.2021, em Brasília.

“A logística tem função básica em todas as cadeias produtivas e de abastecimento. Movimenta 12.5% do PIB e é extremamente relevante para a concretização do ESG, pois boas práticas logísticas induzem ao aumento da produtividade das organizações e redução do custo logístico”, disse ele, que fez parte do painel ‘Posicionamento Institucional da Cadeia de Abastecimento para ESG’, ao lado de dirigentes de entidades cujas cadeias têm influência no varejo, como é o caso da logística.

Segundo explicou João Galassi, presidente da Abras, a finalidade do evento é criar ambiente de alto nível de trabalho colaborativo, produção de conteúdo e geração de soluções concretas. “O objetivo central do Fórum está em solucionar os principais desafios estratégicos, mercadológicos, institucionais e regulatórios da cadeia nacional de abastecimento, e propor uma agenda positiva integrada”, ressaltou. Ao final do evento, os participantes elegeram os 5 principais temas a serem atacados pelo Fórum: Redução de Custos; Consumo Consciente; Desperdício de Alimentos; Fome; e Conhecimento. A iniciativa da Abras tem programação anual, da qual constam: 3 encontros, um grande fórum e duas reuniões de trabalho.

O problema da Infraestrutura – Pedro Moreira chamou a atenção para a infraestrutura de transportes. “Ainda somos um País que não pratica a multimodalidade; estamos concentrados 60% no modal rodoviário, é é fundamental criar ambiente para ampliar a utilização na ferrovia, cabotagem, hidrovia, ferrovia e setor aéreo. Sem a multimodalidade não vamos eliminar o Custo Brasil”, afirmou.

Para ele, a infraestrutura tem impacto direto na Governança, Ambiental, Social e Corporativa, já que ela torna possível fazer mais com menos recursos, gastando menos combustível e com menor impacto ambiental.

O evento, conforme comentou Pedro Moreira durante sua fala, mostrou em grande parte das discussões a utilização da logística, desde a integração dos elos da cadeia de abastecimento, até a reciclagem e uso de embalagens retornáveis, além da economia circular, muito falada por todos os participantes do encontro.

Gestão da ociosidade – A logística também é a arte de reduzir ociosidades, informou o presidente da Abralog. Quem consegue reduzí-las tem enorme chance de sucesso. Para Moreira ociosidade também é um desperdício. “Temos muitos veículos rodando com baixa capacidade de utilização. As empresas precisam trabalhar colaborativamente, por meio de circuitos combinados, por exemplo. Pensando no momento da armazenagem e no da distribuição, por exemplo, as embalagens merecem atenção especial; necessitam ser concebidas a partir da visão logística de ocupação de espaço no palete, assim como nos veículos e até na gôndola do supermercado. É preciso também atacar a burocracia. Temos de buscar a logística sem papel – são documentos demais a acompanhar a distribuição dos produtos. Não pensar nisso tudo é desperdício, custo, redução do lucro”.

Além da Abralog participaram: a Associação Brasileira de Agronegócio; Croplife; Associação Brasileira de Proteína Animal; Associação Brasileira das Indústrias Alimentícias;
Associação Brasileira das Indústrias de Refrigerantes e de Bebidas não Alcoólicas;Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos; Associação Brasileira das Indústrias de Produtos de Higiene, Limpeza e Saneantes de Uso Doméstico e de Uso Profissional; Associação Brasileira de Embalagens; Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio e Associação Brasileira de Atacadistas e Distribuidores de Produtos industrializados.

Artigos relacionados

Deixa um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *