Dia da Mulher: varejo online e tecnologia para a melhor experiência de compra

Dia da Mulher: varejo online e tecnologia para a melhor experiência de compra

As datas sazonais têm grande impacto no faturamento do e-commerce — em 2020, foram responsáveis por 34% das vendas online. O Dia Internacional da Mulher, celebrado no dia 8 de março, faz parte do calendário que pode alavancar as vendas do varejo virtual no primeiro semestre, não apenas porque muitas pessoas mantêm o hábito de presentear nessa data, mas porque o próprio público feminino fica atento às promoções e ofertas específicas desse período. As mulheres, aliás, foram responsáveis por 59% das compras online no terceiro trimestre de 2020, segundo a Neotrust, um número que demonstra a relevância desse público para o varejo e a importância do e-commerce se preparar para a data.

“Quem proporcionar a melhor experiência de compra estará na frente da concorrência na conversão de vendas. O consumidor de hoje gosta de comprar online, mas quer fazer isso de forma facilitada e prática. Esse diferencial tem ainda mais peso nas datas sazonais, que são momentos estratégicos para o varejo virtual, não apenas para aumentar as vendas, mas também porque são bons momentos para fidelizar novos clientes”, aponta Rodrigo Schiavini, CEO da SmartHint, o maior e mais utilizado sistema de busca inteligente e recomendação para e-commerce da América Latina, empresa pertencente ao grupo Magazine Luiza.

Sistema de busca e recomendação alavanca vendas no e-commerce

Pensando em melhorar a experiência de compra em seus sites, lojistas vêm investindo em ferramentas de automação que ajudam e orientam a tomada de decisão do consumidor, como a solução da SmartHint, que aumenta em 30% as vendas das lojas virtuais quando o consumidor interage com a ferramenta.

Com a solução, o consumidor navega de forma completa por todas as abas da loja e tem seus pedidos de busca atendidos em milissegundos, mesmo que sejam feitos de forma incorreta, como acontece na busca do Google, e mesmo antes de terminar de digitar o termo de interesse. Outro grande diferencial da ferramenta é a busca por voz, que funciona por meio de reconhecimento da fonética, com inteligência artificial. Além disso, o sistema da SmartHint oferece recomendação proativa, de forma personalizada, recomendando produtos com base na navegação do cliente.

As lojas que possuem a SmartHint disponibilizam vitrines autônomas que mapeiam o perfil de navegação dos usuários e mostram a eles os produtos mais relevantes e com maior chance de compra. Tudo é feito de forma automática pela inteligência artificial, sem necessidade de configurações manuais. Na prática, funcionam como vendedores experientes auxiliando o consumidor no momento da compra e recomendando produtos conforme suas preferências e interesses.

“Além da Magalu, atendemos as melhores marcas do varejo. Atualmente são milhares de clientes. Todos têm à disposição 16 vitrines completamente autônomas, que funcionam por conta própria, sem a necessidade de configuração do lojista. Queremos que os consumidores tenham as melhores experiências, esse é o nosso objetivo principal, um bom sistema de busca e recomendação pode ser decisivo na conversão da venda e na fidelização”, ressalta o CEO.

A SmartHint

A SmartHint foi fundada em 2017 e é o maior e mais utilizado sistema de busca inteligente e recomendação para e-commerce da América Latina. Faz parte do Grupo Magazine Luiza e tem como foco principal elevar a experiência de compra on-line em todo o país.

Crédito da imagem: Divulgação

Artigos relacionados

Deixa um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *