Números dos condomínios logísticos são bons, mas cenário requer cautela

Números dos condomínios logísticos são bons, mas cenário requer cautela

Reunião do Comitê Real Estate da Associação Brasileira de Logística (Abralog), nesta terça-feira, 12.4.2022, apresentou projeção para 2022 do mercado nacional de galpões logísticos, levantamento preparado por Abiner Oliveira, Diretor Comercial da Divisão Indústria e Logística, da Colliers International, que também é um dos coordenadores daquele Comitê.

O levantamento prevê que o ano terminará com 23.269 mil m² de inventário, com vacância entre 13,14% e 14,3%. Os seis principais mercados, segundo o estudo, são: São Paulo: 11.693 mil m²; Rio de Janeiro, 2.693 mil; Minas Gerais, 1.528 mil; Pernambuco, 1.269 mil; Paraná, 744 mil e Espírito Santo, 719 mil.

A imagem acima mostra o primeiro trimestre de 2022, superior em inventário ao de 2021, e também maior que o quarto trimestre de ano passado. O preço médio mantém-se estável.

Segundo Abiner Oliveira, porém, ainda são previsões, sendo que há pela frente, até o final do ano, eventos fortes e que podem influenciar o cenário econômico, como inflação alta, eleições, e as consequências da guerra Russia-Ucrânia, o que impede de se considerar um otimismo de mais dois ou três anos de expansão, segundo ele.

Cautela e vida normal

Participantes da reunião também chamaram a atenção para movimentos no e-commerce: grandes players tomadores de áreas já se posicionaram e agora olham outros mercados, como Ceará e Pernambuco. Mais: neste ano já se observa que a velocidade em direção a novos projetos tem sido substituída pela cautela – olha-se mais o custo do que projetos em expansão. E uma detalhe: o concorrente do e-commerce, neste momento, é a volta da vida normal.

Crédito da imagem: Divulgação

Artigos relacionados

Deixa um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *